Últimas notícias

Serra: cinco vezes no Q3 em seis etapas

Regularidade do atual campeão impressiona inclusive nos treinos classificatórios; Barrichello também se destaca com duas pole positions

O classificatório é a maior prova de velocidade do conjunto carro-piloto. É a situação ideal de demonstração do melhor ajuste, da maior coragem, da maior sintonia entre homem e máquina, na busca por milésimos de segundo. Na Stock Car, a sessão que define o grid de largada é dividida em três: Q1, no qual os 15 melhores passam à segunda fase, o Q2; nela, os seis mais rápidos passam à fase final, o Q3, e lutam, em uma única volta lançada, pela pole position.

Nenhum piloto conseguiu garantir vaga no Q3 em todas as seis etapas do ano. Entretanto, quem mais chegou lá foi o líder do campeonato, Daniel Serra. O piloto da Eurofarma-RC esteve entre os seis primeiros em Interlagos na Corrida de Duplas, em Curitiba, Londrina e Santa Cruz do Sul. A única prova em que o atual campeão não se classificou entre os seis melhores foi na atípica classificação do Velopark, onde ficou em 13º.

Das cinco presenças no Q3, ele só conquistou uma pole position: justamente em Interlagos, quando dividiu a condução do #29 com João Paulo Oliveira na corrida de abertura da temporada 2018. Ele ainda foi segundo em Curitiba, sexto em Londrina (após um erro em sua volta rápida) e novamente segundo em Santa Cruz do Sul na última etapa.

Depois dele, empatados com três presenças entre os seis mais rápidos estão Rubens Barrichello, Marcos Gomes e Felipe Fraga. Barrichello, no entanto, foi quem mais registrou pole positions neste ano – em duas oportunidades, em Curitiba e Londrina – e foi terceiro no grid em Interlagos. O último pole da temporada, Marcos Gomes garantiu sua presença no top-6 em Curitiba e Londrina, quando largou em terceiro em ambas, e cravou a pole em Santa Cruz do Sul. Fraga esteve na briga pela pole em São Paulo, Curitiba e Londrina.

A mais atípica das seis etapas até agora por causa da chuva, a prova no Velopark teve cinco pilotos que entraram no Q3 pela primeira vez na temporada: Cacá Bueno, o pole position, Allam Khodair, Lucas Foresti, Valdeno Brito, Ricardo Zonta – o único que já esteve entre os seis rápidos em classificação até então - e Átila Abreu.